Siga-nos nas Redes Sociais


CULTURA

Quem foi Marcos Freire?

Publicado

dia:

Marcos de Barros Freire  foi um advogado, professor e político brasileiro que exerceu os mandatos de deputado federal e senador por seu estado. Foi também presidente da Caixa Econômica Federal.

Era Ministro da Reforma Agrária, quando morreu em acidente aéreo. As causas do acidente jamais foram esclarecidas. O avião em que ele estava viajando a serviço do governo federal explodiu no ar.

Biografia

Memorial efígico de Marcos Freire.

Marcos Freire era filho de Luís de Barros Freire, físico e professor catedrático da Escola Politécnica de Pernambuco, e de Branca Palmira Freire.

Ingressou na Faculdade de Direito do Recife em 1950, obtendo o bacharelado em 1955. Nesse período participou ativamente da política estudantil.

Iniciou-se no magistério universitário em 1957, como professor na Faculdade de Ciências Econômicas, função que exerceria até 1968. Em 1963, tornou-se Secretário de Assuntos Jurídicos e, mais tarde, de Abastecimento e Concessões da prefeitura do Recife, permanecendo nesse cargo até o golpe militar de 31 de março de 1964, quando era filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Em 1967, tornou-se professor titular da cátedra de Direito Constitucional da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco.

Em 1968 é eleito prefeito de Olinda, na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) – obtendo mais do que a soma dos votos dados aos dois outros candidatos, que concorriam por sublegendas do partido do governo. Entretanto, renuncia ao cargo, pouco antes de assumi-lo – em protesto contra a cassação do mandato do vice-prefeito eleito, Renê Barbosa, pelo Ato Institucional nº 5 de 13 de dezembro de 1968. Afastado da política, passa a lecionar na Escola Superior de Relações Públicas de Recife, onde permaneceu até 1970, quando se candidatou e foi eleito deputado federal por Pernambuco, na legenda do MDB, com a maior votação do estado.

Com alguns outros deputados, como Fernando Lyra (Pernambuco), Alencar Furtado (Paraná), Francisco Pinto (Bahia) e Lysâneas Maciel, formou o grupo dos “autênticos” do MDB, a ala mais à esquerda do partido de oposição. Em maio de 1971, tornou-se vice-líder do MDB na Câmara dos Deputados. Defendeu a convocação da Assembleia Nacional Constituinte, a anistia para os cassados e banidos pelo regime militar, a eleição direta em todos os níveis, a reforma agrária e o fim da censura aos órgãos de imprensa.

Escolhido várias vezes pelo comitê de imprensa da Câmara como um dos melhores deputados do Congresso Nacional, tornou-se o candidato natural do MDB ao Senado, em 1974, quando estaria em jogo a cadeira ocupada pelo então senador João Cleofas de Oliveira, do partido do governo. No pleito de 1974, elegeu-se senador por Pernambuco pelo MDB. No entanto, na eleição para governador de Pernambuco, em 1982, seria derrotado por Roberto Magalhães.

Foi presidente da Caixa Econômica Federal, de 1985 a 1987, e ministro da Reforma Agrária, no Governo José Sarney, de 4 de junho até 8 de setembro de 1987 – quando morreu em um acidente aéreo, no sul do Pará, durante viagem a serviço. Na época, era um dos principais líderes do PMDB pernambucano, ao lado de Miguel Arraes (então governador do Estado) e Jarbas Vasconcelos (então prefeito do Recife).

Era casado com Maria Carolina Vasconcelos Freire, com quem teve quatro filhos.

Filmografia

Em 2004, sua trajetória foi mostrada no documentário Marcos Freire – sem ódio e sem medo, produzido pela TV Câmara.

Fonte: Wikipedia

ACESSOS DA PÁGINA

SUNDOWN PARK

KM,03 - SALOÁ/PE

PROVEDOR DE INTERNET

RUA 13 DE MAIO Nº 05 - POR TRÁS DO SANTANDER

NOVOS PLANOS V-LINK FIBRA

BOM CONSELHO TEM

NO CENTRO DA CIDADE. ORGANIZAÇÃO: ULISSES MENDONÇA

JB NO TWITTER

NOSSA AGENDA TELEFÔNICA

MAIS LIDAS DO MÊS