Siga-nos nas Redes Sociais


ALEXANDRE TENÓRIO

COLUNA ENSAIO GERAL: TEREZINHA DO VIDRO

Publicado

dia:

Terezinha Cordeiro mais conhecida por “Terezinha do Vidro”. Terezinha teve por muitos anos uma vidraçaria em nossa cidade, por isto a sua identificação como “Terezinha do Vidro”.

Conheci Terezinha ainda jovem, e fizemos uma grande amizade que culminou convidando-a para ser minha comadre, madrinha da minha primeira filha.

Comadre Terezinha era uma pessoa alegre, gostava de tomar seu rum com coca aos domingos, o lugar preferido era na venda de Penha (sua irmã), lugar que nós nos reuníamos todo domingo, logo depois que Gilvan (seu irmão) fechava o Kennedy. Os frequentadores eram – Gilvan (tomando a sua dose de Domus) Hélio Belo, Pedro Torres, Dr. Zenício e eu.

Peguei um habito de quando chegar tomar um copo de Jurubeba, e depois entrava na cerveja. Penha fazia sempre uma maxixada, sardinha em lata com farinha, ovo cozido…

Ali ficávamos até a noite, jogando conversa fora, rindo das piadas que eram contada, vivendo um momento de alegria. Minha comadre dizia quando via uma pessoa feia, compadre “O TEMPO É UM FAZEDOR DE MONSTRO”, e todo munda caia na gargalhada.

Outra tirada dela era – tem duas coisas que não tem quem tire – GRILO DE CARRO VELHO E FEDOR DE TABACO, aí caiamos todos na gargalhada, e assim entre prosas e versos ia passando a tarde de domingo, infelizmente o tempo vai passando e os amigos vão indo embora, e este ano está sendo cruel para mim, pois a quantidade de amigos que se foram é muito grande. Fica aqui os meus sentimentos aos seus familiares. Adeus minha comadre e amiga.

ACESSOS DA PÁGINA

contador de visitas

JB NO YOUTUBE

INFORME V-LINK

ÁGUA LUCINDA

DISTRIBUIDORA LUCINDA

PASSAGENS AÉREAS

SUNDOWN PARK

PROVEDOR DE INTERNET

JB ASSSISTÊNCIA TÉCNICA

RUA PARAÍSO, 52 - COHAB

R. ARAGÃO

MAIS LIDAS DO MÊS