Siga-nos nas Redes Sociais


TECNOLOGIA

Agro e indústria de Pernambuco vão se beneficiar com chegada do 5G

Leilão do 5G, promovido pela Anatel nesta quinta-feira (4), tem objetivo de promover revolução em diversos setores de todo o país

Publicado

dia:

Pernambuco tem investido bastante em termos de conectividade por meio de fibras óticas e já está preparado para a chegada do 5G. O leilão da nova geração de comunicação móvel será promovido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta quinta-feira (4), e deve promover uma revolução em diversos setores do estado, como o agro e a indústria.

Segundo Carmelo José Albanez Bastos, diretor de ambientes de inovação e formação superior da Secretaria de Ciência e Tecnologia de Pernambuco, o estado já vem se organizando para tirar proveito da nova tecnologia ao máximo.

“A gente tem trabalhado com a indústria e com o setor de agro, com algumas residências tecnológicas, inclusive em parceria com a Sudene e com Ministério do Desenvolvimento Regional. E nesses projetos que a gente tem em desenvolvimento, como a plataforma Agritech Nordeste e o PE 4.0, a gente tem usado o 5G como tecnologia habilitadora para prestação de nossos serviços digitais”, relata.

O AgritechNE é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) voltada ao desenvolvimento do agronegócio no interior do Nordeste, cujo projeto piloto foi sediado em Petrolina. O AgritechNE conta com oito metas a serem cumpridas até 2023 e integra a carteira de projetos do Pólo Mangue Digital (região metropolitana de Recife) da Rota da TIC do MDR, tendo o objetivo de apoiar o agronegócio a partir do desenvolvimento de startups na região do Vale do Rio São Francisco, com foco na área de fruticultura. E a introdução da tecnologia 5G será fundamental para a empreitada, uma vez que entre as ações estão o mapeamento por região, capacitação e a criação de uma plataforma on-line para o desenvolvimento de novos negócios.

O deputado federal Vitor Lippi (PSDB/SP), que foi relator do Grupo de Trabalho para elaboração do edital do leilão do 5G, destaca que a tecnologia tem uma velocidade maior e tempo de latência (ou atraso) menor que o 4G. Segundo ele, avanços necessários em setores de destaque de Pernambuco dependem da nova geração de internet móvel, que pode ser 100 vezes mais rápida que a 4G. 

“O que a gente espera são essas novas funcionalidades naqueles equipamentos que precisam de altíssima velocidade e baixíssima latência. Então, isso vai ser essencial para a mineração, já temos caminhões autônomos aí nas minas, para a agricultura, onde nós temos já tratores autônomos. Teremos muitos robôs dentro das indústrias, então, todas essas questões precisam do 5G, necessariamente”, destaca Lippi. 

Agro e Indústria

No campo, com a tecnologia 5G, além de contar com maquinários autônomos o produtor pode, por exemplo, monitorar as culturas, medir a umidade do solo em tempo real e identificar a necessidade hídrica de uma cultura de grãos, definir parâmetros de irrigação necessários para aquele dia ou para a semana. Essa mudança no processo tende a aumentar ainda mais a produtividade do estado, forte em fruticultura no interior.

No setor industrial, a nova tecnologia deve otimizar os processos e causar uma revolução. Entre os ganhos possíveis estão a melhor adequação do estoque à demanda do mercado, a customização de produtos de forma ágil à necessidade dos clientes, redução de desperdício e consequentemente do custo, aumento da segurança do trabalhador por meio da realização de atividades de risco por máquinas.

Segundo o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Igor Nogueira Calvet, além de uma melhor conexão ao usuário comum, a nova tecnologia deve promover uma revolução no setor de produção.

“É uma tecnologia que veio para revolucionar uma série de coisas. Que vai nos dar uma maior velocidade, um maior tempo de resposta na transmissão de dados. Não é um impacto tão somente para o cidadão. É um impacto, creio eu, até muito maior para as empresas, porque o 5G é uma tecnologia que vai permitir a comunicação não só entre as pessoas, mas, sobretudo, entre máquinas. É máquina conversando com máquina, é máquina conversando com a infraestrutura”, explica. 

Já João Emilio, superintendente de Desenvolvimento Industrial da CNI, destaca que uma das maiores mudanças diz respeito à igualdade de condições da indústria brasileira no mercado mundial. “Quando falamos em competitividade no cenário internacional, a infraestrutura adequada para o desenvolvimento da indústria 4.0 é condição primordial. Precisamos oferecer as condições básicas para termos um setor produtivo capaz de competir de igual para igual com empresas estrangeiras e ajudar na retomada da economia, na geração de empregos. Daí a importância de o Brasil priorizar e acelerar a implementação do 5G”, comentou.

Leilão

O certame do 5G será não arrecadatório, ou seja, todo o valor será investido em infraestrutura de conectividade e comunicação no país. O Ministério das Comunicações estima que serão R$ 50 bilhões destinados para ampliar a internet móvel e que até 2022 todos os estados já terão a tecnologia disponível.

Primeiro serão atendidas as grandes cidades, depois, as cidades acima de 500 mil habitantes, seguidas pelas de 100 mil, 50 mil e assim por diante, até que todos os municípios brasileiros tenham acesso à nova tecnologia, o que, segundo as previsões, deve ocorrer até julho de 2029.

No leilão, serão ofertadas quatro faixas de frequência: 700 MHz; 2,3 GHz; 26 GHz; e 3,5 GHz. A faixa de 3,5 GHz é a que desperta mais interesse das empresas de telefonia, por exigir menos investimentos para a implantação da tecnologia. 
O edital prevê, para cada uma das quatro faixas, exigências que terão que ser cumpridas pelas empresas vencedoras do leilão, como disponibilizar 5G nas capitais do país até julho de 2022, levar internet 4G para as rodovias e a construção de uma rede privativa de comunicação para a administração federal.

Fonte: Brasil 61

ACESSOS DA PÁGINA

SUNDOWN PARK

KM,03 - SALOÁ/PE

PROVEDOR DE INTERNET

RUA 13 DE MAIO Nº 05 - POR TRÁS DO SANTANDER

NOVOS PLANOS V-LINK FIBRA

BOM CONSELHO TEM

NO CENTRO DA CIDADE. ORGANIZAÇÃO: ULISSES MENDONÇA

JB NO TWITTER

NOSSA AGENDA TELEFÔNICA

MAIS LIDAS DO MÊS