Siga-nos nas Redes Sociais


DIVERSOS

Torcedores vão a hospital prestar solidariedade a Pelé

Publicado

dia:

Torcedores foram hoje (4) à porta do Hospital Albert Einstein, no Morumbi, zona oeste paulistana, se solidarizar com o  ex-jogador Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. A vigília foi convocada pela torcida jovem do Santos, time em que Pelé iniciou a carreira.

O grupo levou uma bandeira com uma imagem do ex-jogador quando jovem e colou mensagens de apoio na grade no jardim do hospital.

Alguns moradores do bairro também se juntaram ao ato, como o aposentado Ciro Estivale dos Santos, que foi acompanhado das duas filhas: Manoela, de 7 anos de idade, e Rafaela, com 11. Segundo ele, a ideia de ir à homenagem foi da filha mais velha.

“Ele deu tanta alegria para gente. Então, agora, é um pouco da gente para ele. Torcer para o pronto restabelecimento dele, para que ele fique bem, que consiga fazer mais um gol de placa na vida dele”.

Ciro conta que chegou a ver Pelé jogar no auge de sua carreira. “Meu pai era santista. Sempre fui no estádio, sempre acompanhei. Vi ele no auge, vários gols no Morumbi, Pacaembu, na própria Vila Belmiro”, contou.

Também morador da região, Macos Bispo dos Santos estava emocionado na porta do hospital. Ele conta que nasceu em Santos, onde iniciou a carreira no mercado financeiro no Banco Nacional, onde Pelé e os outros jogadores do Santos tinham conta bancária. Segundo Marcos, quando os jogares precisavam de atendimento na instituição, acabavam por mobilizar todas as atenções.

“Era uma festa. Naquela época eu era um simples funcionário. Para nós era uma festa, estar [com ele] não só no campo, que eu carregava desde criança, [mas também] como adulto estar com ele no banco em que você trabalha. Era uma sensação inacreditável. Ele ia para a mesa dos gerentes do banco e ficava aquela multidão [em volta]. A agência parava”, lembra.

Tratamento

 Pelé foi internado no Albert Einstein na terça-feira (29) para uma reavaliação da terapia quimioterápica do tumor de cólon, identificado em setembro de 2021. A retirada do tumor ocorreu em 4 de setembro de 2021. Desde então, Pelé é submetido a um tratamento de quimioterapia, com idas regulares ao hospital.

De acordo com o boletim médico divulgado ontem (3), o ex-jogador tem tido boa resposta aos cuidados na infecção respiratória, “não apresentando nenhuma piora no quadro nas últimas 24 horas”.

Em sua conta no Instagram, Pelé disse estar fazendo seu tratamento “como sempre”. “Meus amigos, eu quero manter todos tranquilos e com o pensamento positivo. Estou forte, com muita esperança e sigo meu tratamento como sempre. Quero agradecer a toda equipe médica e de enfermagem, por todo zelo que tenho recebido”, escreveu o ex-jogador de 82 anos.


Edição: Valéria Aguiar/ Agência Brasil

ACESSOS DA PÁGINA

contador de visitas online

JB NO YOUTUBE

INFORME V-LINK

ÁGUA LUCINDA

DISTRIBUIDORA LUCINDA

PASSAGENS AÉREAS

SUNDOWN PARK

PROVEDOR DE INTERNET

JB ASSSISTÊNCIA TÉCNICA

RUA PARAÍSO, 52 - COHAB

R. ARAGÃO

O QUE FOI NOTICIA

dezembro 2022
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

MAIS LIDAS DO MÊS