Siga-nos nas Redes Sociais


AGRICULTURA

Teste para determinar produtividade de soja no Brasil será feito no Rio Grande Sul

Produtores de soja vão poder fazer testes de produtividade de solo com base em análises biológicas e químicas do solo

Publicado

dia:

Pela primeira vez no Brasil, produtores de soja vão poder fazer testes de produtividade de solo, através de mapeamento em diversas áreas da propriedade, com base em análises biológicas e químicas do solo. O teste utiliza como ferramentas o sequenciamento de DNA de bactérias e fungos do solo e análises de inteligência artificial.

As inscrições estão abertas e são gratuitas e fazem parte de um projeto chamado Agrega Biome Solo. Este projeto é uma parceria do Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária (DDPA), da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul com as empresas Agrega Biotecnologia e Cognitiva Brasil.

“A gente faz o sequenciamento dos microorganismos do solo e nesta análise de dados profunda correlaciona com outros dados do plantio: se teve doenças, se foram aplicados agroquímicos, quanto foi a produtividade”, afirma a pesquisadora Adriana Ambrosini, doutora em genética pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e uma das sócias da Agrega, startup instalada na Incubadora do Centro de Biotecnologia da UFRGS.

“A população microbiana é considerada mais sensível ao manejo do que os parâmetros químicos e físicos de solo. A expectativa é de que o conhecimento sobre a microbiologia dos solos, associada aos dados químicos e de produtividade da cultura, permitam prever, com boa exatidão, a produtividade das áreas”, explica o doutor e pesquisador Luciano Kayser Vargas, do DDPA.

*Canal Rural

MAIS UMA CONQUISTA

ACESSOS DA PÁGINA

NOSSA AGENDA TELEFÔNICA

SUNDOWN PARK

KM,03 - SALOÁ/PE

PROVEDOR DE INTERNET

RUA 13 DE MAIO Nº 05 - POR TRÁS DO SANTANDER

NOVOS PLANOS V-LINK FIBRA

BOM CONSELHO TEM

NO CENTRO DA CIDADE. ORGANIZAÇÃO: ULISSES MENDONÇA

JB NO TWITTER

MAIS LIDAS DO MÊS