Siga-nos nas Redes Sociais


ESPORTES

Brasil vira contra Venezuela… mas e se o adversário fosse a Bélgica, França, Itália ou a Espanha?

Publicado

dia:

O primeiro tempo de Venezuela 1 x 3 Brasil foi um dos piores da trajetória de Tite na seleção brasileira. Faltou tudo. Finalização no alvo, drible, passe certo, precisão. Mais uma vez, houve um novo desenho tático e há repertório, mas com tantas formas de jogar não se enxerga um time. Não se vê uma equipe.

Desde a Copa América, o Brasil perdeu a memória tática que possuía e não há tempero, nem emoção. A seleção não está bem.

Mesmo quando se tenta observar Raphinha como uma boa novidade, um teste que funcionou, a comparação com Itália 1 x 2 Espanha, na terça-feira, e principalmente com França 3 x 2 Bélgica, nesta quarta, mostra que a seleção está léguas atrás.

Os italianos perderam a maior série invicta da história das seleções nacionais — 37 partidas — mesmo tendo bons momentos ofensivos contra a Espanha, que dominou a posse de bola. Os dois times no 4-3-3. Na quarta, duas equipes no 3-4-2-1, primeiro tempo espantoso de Lukaku, municiado por Carrasco, com De Bruyne e Hazard logo atrás.

Lukaku ainda fez o terceiro gol, anulado por impedimento, quando a França já havia empatado por 2 x 2. Mbappé teve atuação impressionante, o melhor do jogo, apesar de também haver brilho de Pogba e Benzema.

O Brasil tem um ano para voltar a jogar bem. Ontem, a vitória por 3 x 1 sobre a Venezuela não dá esperança.

MAIS UMA CONQUISTA

ACESSOS DA PÁGINA

NOSSA AGENDA TELEFÔNICA

SUNDOWN PARK

KM,03 - SALOÁ/PE

PROVEDOR DE INTERNET

RUA 13 DE MAIO Nº 05 - POR TRÁS DO SANTANDER

NOVOS PLANOS V-LINK FIBRA

BOM CONSELHO TEM

NO CENTRO DA CIDADE. ORGANIZAÇÃO: ULISSES MENDONÇA

JB NO TWITTER

MAIS LIDAS DO MÊS